Técnica de gravura química

Competência graças a décadas de experiência

A gravura química é um processo tradicional, puramente artesanal, que permite aplicar
texturas em superfícies metálicas, com recurso a uma reação química. Esta tecnologia é
particularmente utilizada em tratamentos ou acabamentos de ferramentas de injeção de
plástico em aço ou, com restrições, de metais não ferrosos. A perícia artesanal, décadas de
experiência, bem como o aperfeiçoamento contínuo da tecnologia garantem o cumprimento
dos requisitos dos clientes em termos de design e funcionalidade. 


Atualmente, os nossos clientes podem escolher superfícies adequadas a partir de uma vasta
gama de padrões ou desenvolver texturas individuais com base nos mesmos. Com um
departamento de desenvolvimento em constante crescimento, apoiamos as suas ideias –
desde o primeiro esboço até à execução. Mediante pedido, é possível visualizar as superfícies
personalizadas desenvolvidas de raiz em protótipos, para apoiar uma tomada de decisão ideal.
Também é possível verificar a conjugação do padrão e da profundidade da textura, e do grau
de brilho através de primeiras amostras ou protótipos com material de série (são possíveis
praticamente todos os plásticos correntes). 

GET IN TOUCH! 


Gravura química - Os "Hard Facts"

  • Processo puramente artesanal com um grau de automatização mínimo
  • O desbaste do material resulta de uma reação química (ácidos)
  • As áreas a não gravar são cobertas com precisão
  • Também é possível realizar várias camadas de gravura (multilayer)
  • Depende muito da matéria-prima (aço) utilizada e do contorno do molde
  • As limitações da textura na ferramenta têm de permitir uma definição exata
  • Pressupõe polimentos lineares de, no mínimo, 320
  • São necessárias tolerâncias de produção de até +/- 10 µm
  • etc.